sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Reunião PBSURF

Reunião PBSURF

No ultimo dia 21 de novembro de 2011, Alexandre Vieira Palitot, presidente da Federação Paraibana de Surf, convocou a comunidade do surf paraibano para uma reunião de esclarecimentos e prestação das contas da PBSURF. O local escolhido foi o Bar do Surfista, onde a partir das 20 horas foi dado início a uma serie de bate-bocas que não poderia levar a nem um tipo de consenso.

A primeira vista homens maduros, adultos e representantes do esporte, fabricantes, atletas, ex-atletas, juizes, a galera do surf de forma geral estava representada, na verdade deveria.

Mostrando um grande despreparo e ate mesmo descontrole alguns, agitaram e não chegaram a lugar nem um, com gritos, ameaças truculência e ate mesmo ignorância a cerca do assunto abordado.

Existe uma denuncia de Raul Coelho a cerca de que o diretor Técnico da Federação Luis Tadeu tenha se favorecido com parte do dinheiro destinado para o pagamento de Juizes, durante eventos do surf Escola, porém esse dinheiro não tem recibo de nem uma das partes, ou nada foi mostrado.

Os insultos e desrespeito a todos os presentes fui a figura principal e que infelizmente merece destaque. Em determinados momentos Waldir, que é o atual vice-presidente da Federação, administrador do Bar do surfista e grande colaborador do surf no nosso estado, foi alvo de insultos e humilhações.

Com todo o alvoroço, Juizes não se pronunciaram, assim como outros que não tiveram chance, a prestação de contas ficou a desejar, tudo por conta do descontrole e arrogância que não permitiu o dialogo justo e passivo.

Entre vários problemas, a falta de comunicação por parte da Federação ainda é o maior de todos os problemas. Porém num dos poucos momentos de comunicação por parte da Federação, o que deveria ser uma oportunidade de entendimento, de ajuste, passou a ser uma discussão por dinheiro.


A federação paraibana sempre foi alvo de criticas, e a bastante tempo vem sendo conduzida de forma solitária por seu presidente, que não sei se por opção, ou falta de opção, não tem uma equipe firme de trabalho e planejamento, que defina metas.

No pouco que pudemos escutar o presidente ate tem boas idéias, mas falha na hora e maneira de executá-las. Com bons projetos, porém sem prioridades definidas, nem um planejamento para o ano seguinte, deixando tudo para ultima hora.

Acredito que o melhor a ser feito a abertura da Federação para estruturas organizadas do surf, para a fiscalização, planejamento e participação nas decisões da Federação. Tornando mais democrática e justa as atividades exercidas por essa entidade de interesse coletivo do surf.

Numa breve analise podemos constatar, que se trata de um problema de gestão e formalização das ações da federação paraibana de surf, que por falta de profissionalismo não vem trabalhando com a ordem e organização merecida pela entidade que representa o esporte dentro do estado.

3 comentários:

  1. reginaldo figueiredo25 de novembro de 2011 16:51

    A palavra de um homem vale mais do que recibo

    ResponderExcluir
  2. sim esclarecendo quando falei a questao de recibo envolvendo a questao de Tadeu, com Rual Coelho, não estou defendendo atitudes erradas, apenas levando a os fatos, onde a falta de preparo com relaçao a documentaçoes fundamentais referente a dinheiro coletivo.
    Para isso serve recibo, comprovar um pagamento.

    ResponderExcluir
  3. Fico triste e envergonhada em ver que pessoas que representam e estão a frente do surf paraibano não possuem maturidade numa reunião tão importante e que interessava a todos! Apesar de não ter estado presente, tenho certeza que uma renovação é preciso, pois a falta de organização é um problema que pode ser resolvido facilmente. Eu como longboard quero expressar aqui minha insatisfação. Sinto falta de eventos que incluam minha categoria! Vejo Circuitos de Longboard pelo Brasil inteiro e aqui não há quase eventos que estimulem os atletas! Parabenizo o blog SurfPB pelas informações!

    ResponderExcluir

A sua participação é muito importante.
Obrigado!