sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Reunião PBSURF

Reunião PBSURF

No ultimo dia 21 de novembro de 2011, Alexandre Vieira Palitot, presidente da Federação Paraibana de Surf, convocou a comunidade do surf paraibano para uma reunião de esclarecimentos e prestação das contas da PBSURF. O local escolhido foi o Bar do Surfista, onde a partir das 20 horas foi dado início a uma serie de bate-bocas que não poderia levar a nem um tipo de consenso.

A primeira vista homens maduros, adultos e representantes do esporte, fabricantes, atletas, ex-atletas, juizes, a galera do surf de forma geral estava representada, na verdade deveria.

Mostrando um grande despreparo e ate mesmo descontrole alguns, agitaram e não chegaram a lugar nem um, com gritos, ameaças truculência e ate mesmo ignorância a cerca do assunto abordado.

Existe uma denuncia de Raul Coelho a cerca de que o diretor Técnico da Federação Luis Tadeu tenha se favorecido com parte do dinheiro destinado para o pagamento de Juizes, durante eventos do surf Escola, porém esse dinheiro não tem recibo de nem uma das partes, ou nada foi mostrado.

Os insultos e desrespeito a todos os presentes fui a figura principal e que infelizmente merece destaque. Em determinados momentos Waldir, que é o atual vice-presidente da Federação, administrador do Bar do surfista e grande colaborador do surf no nosso estado, foi alvo de insultos e humilhações.

Com todo o alvoroço, Juizes não se pronunciaram, assim como outros que não tiveram chance, a prestação de contas ficou a desejar, tudo por conta do descontrole e arrogância que não permitiu o dialogo justo e passivo.

Entre vários problemas, a falta de comunicação por parte da Federação ainda é o maior de todos os problemas. Porém num dos poucos momentos de comunicação por parte da Federação, o que deveria ser uma oportunidade de entendimento, de ajuste, passou a ser uma discussão por dinheiro.


A federação paraibana sempre foi alvo de criticas, e a bastante tempo vem sendo conduzida de forma solitária por seu presidente, que não sei se por opção, ou falta de opção, não tem uma equipe firme de trabalho e planejamento, que defina metas.

No pouco que pudemos escutar o presidente ate tem boas idéias, mas falha na hora e maneira de executá-las. Com bons projetos, porém sem prioridades definidas, nem um planejamento para o ano seguinte, deixando tudo para ultima hora.

Acredito que o melhor a ser feito a abertura da Federação para estruturas organizadas do surf, para a fiscalização, planejamento e participação nas decisões da Federação. Tornando mais democrática e justa as atividades exercidas por essa entidade de interesse coletivo do surf.

Numa breve analise podemos constatar, que se trata de um problema de gestão e formalização das ações da federação paraibana de surf, que por falta de profissionalismo não vem trabalhando com a ordem e organização merecida pela entidade que representa o esporte dentro do estado.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Proclamação da Republica é dia de praia

Litoral sul se mantém com possibilidade de surf.

Em Coqueirinho as possibilidades de surf são boas, tanto na enseada quanto no pico das Casas.
Fica aqui algumas imagens do feriado de Proclamação da Republica.





terça-feira, 15 de novembro de 2011

Nas ondas da vida

Atualmente venho me surpreendendo com o que a mulecada vem fazendo no surf, variedades incríveis de manobras, muitas dessas crianças tornam-se atletas muito cedo e tem que aprender a viver com as cobranças, disciplina e responsabilidades. Isso é bom, mas também é muito bom ver uma criança sorrir, pelo simples fato de estar de pé em cima de uma prancha.
O surf além de ser um esporte de competição, é uma pratica de lazer, diversão, descontração e puro prazer.
Um grande abraço as praticantes desse esporte empulgante e a boas ondas galera.






segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Domingo na Baia da Traição

O litoral norte paraibano reagiu bem e proporcionou boas condições de surf, Simone Morais marcou presença e fez seus registros em sessões de surf nos picos do Forte e das Valas.

E como não poderia faltar na baia da traição, Elivelton o índio voador deu um show de manobras e muita descontração.